Porsche 356, a história

Porsche 356, 1959 Porsche 356, 1959

O Porsche 356 foi primeiro carro fabricado em série pela marca e dividiu muitas tecnologias com o VW Fusca.

Porsche ano 1959.
Porsche 356 ano 1959.
Foto retirada da internet.

O Porsche 356 nasceu na cidade de Gmünd (Áustria), com produção entre os anos 1948 e 1965. Ao contrário do que muitos pensam, o primeiro Porsche fabricado em série foi uma realização de Ferry Porsche, filho do lendário Ferdinand Porsche.

Para a criação desse ícone, Ferry contou com a ajuda de Erwin Komenda, que futuramente ainda criaria o 911. Muitos componentes mecânicos eram basicamente os mesmo que os utilizados no Volkswagen Fusca e o projeto do carro também seguia a mesma tendência: tração traseira e motor refrigerado a ar.

Porsche 356.
Foto retirada da internet

Em 1948 a produção foi iniciada e os motores utilizados eram de 1,1 litros, com apenas 40 cv. O conjunto mecânico era capaz de levar o automóvel até 140km/h, que para os padrões da época não eram ruins. Posteriormente os motores foram atualizados e chegaram até a 2.0L com 130 cv.

O modelo foi considerado um sucesso e acabou sendo exportado para diversos países. Nos Estados Unidos por exemplo, o volume de vendas foi tão grande, que acabou inspirando a criação de edições ainda mais exclusivas, como a Speedster e o “356 América”. Um feito e tanto se levarmos em consideração o contraste com os grandes motores V8 norte americanos.

Modelo Speedster.
Porsche 356 Speedster
Foto: Revista Autoesporte

Com baixos números de importação ao longo de todo o período de vendas, o Brasil acabou recebendo poucas unidades, o que torna o modelo ainda mais exclusivo por aqui.

Mas as baixas vendas não estavam relacionadas a rejeição do modelo no mercado brasileiro. O fato é que o 356 era bastante desejado por aqui e para suprir a demanda, muitas empresas nasceram e criaram as famosas réplicas em fibra de vidro.

Porsche 356 Envemo.
Porsche 356 “Envemo”
Fonte: Garagem do Bellote: https://www.youtube.com/watch?v=51b2k5h4SXI

Por utilizarem mecânica muito parecida com os VW da época, o modelo era fácil de ser replicado e a experiência ao volante não era assim tão diferente.

Motor 1600
Foto retirada da internet

Mas as réplicas não são exclusividade do mercado nacional. Em todo o mundo existem fábricas especializadas em recriar o modelo e algumas até receberam certificado de autenticidade da Porsche.

O 356 é, com certeza, um dos maiores ícones da marca. Precursor do 911, foi responsável por consolidar uma das marcas mais prestigiadas e bem sucedidas do mercado automotivo.

Modelo na cor  vermelho.
Foto retirada da internet

Conhece a marca norte americana Graham Paige? Saiba mais sobre sua história no site GTzero.

Escrito por Pedro Henrique Risso de O. Alves