HISTÓRIA DO FIAT 147

HISTÓRIA FIAT 147 HISTÓRIA FIAT 147

Conheça a história e curiosidades sobre o Fiat 147, o “italiano” que conquistou o Brasil

A história do Fiat 147 começa na Itália, em 1971 vom o lançacento do Fiat 127. Um pequeno carro italiano que conquistou a Europa.

O 147 foi o responsável por dar início às atividades da Fiat no Brasil, e fez isso com imensa propriedade.

Fiat 127

O veículo foi apresentado em 1971 com um mini carro. Medindo apenas 3,29 metros de comprimento e 1,53 de largura, era o carro ideal para o dia a dia europeu.

história fiat 147

Equipado com um motor transversal de 900 cm³, carburador de bloco único, rendia 47 cv de potência. O mini carro, leve, com cerca de 720kg, era ágil apesar do motor fraco.

Apesar de pequeno, o Fiat 127 era bem espaçoso. O motor transversal libera bastante espaço na cabine, trazendo mais conforto aos passageiros. Além disso, mesmo com apenas 2 portas, o acesso ao interior do carro é fácil, por serem grandes.

história fiat 147

O Fiat 127 foi produzido na Europa até 1983.

Aqui no Brasil, ele deu origem ao inesquecível Fiat 147.

Começo da história do Fiat 147

O Fiat 147 se destacou por diversos motivos no Brasil.

história fiat 147
história fiat 147

Foi o modelo responsável por iniciar as atividades da fabricante italiana aqui no Brasil. Inaugurando então a fábrica de Betim, MG, o que era novidade na época, uma montadora fora de São Paulo.

Nosso Fiat nacional foi testado por mais de um milhão de quilômetros. Com objetivo de testar e pôr em prova sua estrutura, desempenho, consumo, sua suspensão e tração dianteira. 

Sua primeira aparição ao público foi em 1976, quando foi apresentado no Salão do automóvel de São Paulo.

O 147, mini carro nacional da montadora italiana, chegou aqui pra competir com gente grande, o já conhecido e adorado Volkswagen Fusca.

história fiat 147

Com 3,63 metros de comprimento e peso de 800 kg, era menor que o Fusca em quase 40 cm. Mas, por possuir motor transversal ( primeiro carro nacional a usar tal configuração) o Fiat 147 mostrava bem confortável.

O Fiat oferecia um porta-malas razoável para a categoria e a possibilidade de rebater o banco traseiro, tendo então mais espaço utilizável que seus rivais. O estepe foi colocado junto ao cofre do motor.

Tudo isso liberava mais espaço na cabine, deixando o 147 mais espaçoso e confortável.

O fiat 147 foi equipado com um motor de quatro cilindros e apenas 1.048,8 cm³ e fornecia aproximadamente a potência bruta de 56 cv.

história fiat 147

Com velocidade máxima de 135 km/h, o 147 era extremamente versátil, era ágil no trânsito, consumia pouco e andava super bem. Quesitos que o fizeram um grande sucesso de vendas.

história fiat 147

Curiosidades sobre a fábrica de Minas Gerais

Um fator determinante para a escolha da fábrica em Minas Grais, foi a parceria com o estado. O mesmo entrou cerca de 40% de participação no empreendimento.

Isso trouxe alguns problemas que não haviam sido pensando anteriormente.

Primeiramente de logística, pois os fornecedores da fábrica ficavam mais afastados, sua maioria, em São Paulo. Consequentemente, a fábrica da Fiat precisava manter um estoque alto, para não ter um alto custo com transporte.

O problema foi sanado em 1987 quando a Fiat passou a adquirir ao menos 70% da matéria prima apenas de fornecedores do estado de Minas.

Além disso, a cidade de Betim era pequena na época, dessa forma, não havia mão de obra qualificada para trabalhar na montadora.

A solução foi treinar e qualificar os funcionários, enviados para as fábricas da Argentina e Itália, e trazer profissionais de todo o Brasil.

história fiat 147

Uma reestilização na história do Fiat 147

O 147 ganhou sua primeira reestilização em 1980.

Recebeu uma novos desenhos para sua frente, agora mais e alta e mais quadrada, chamada pela Fiat de “Europa”. Possuía também o capô mais elevado e sua grade com uma leve inclinação para frente.

Apesar de uma nova cara, um pouco mais moderna, os consumidores não gostaram do novo modelo.

O fim da história do Fiat 147

O Fiat 147 foi pioneira eu diversos aspectos aqui no Brasil, e trouxe tecnologias antes desconhecidas por aqui.

Foi o primeiro carro movido a álcool, e o primeiro a ter uma grande linha de automóveis derivada de seu modelo.

história fiat 147

Apesar do sucesso e grande número de produzidos, mais de 1 milhão (contando suas derivações) , o Fiat 147 saiu de linha apenas 10 anos depois de sua apresentação.

Em 1986 o 147 era oficialmente deixado de ser produzido, dando lugar ao Fiat Uno, um sucessor de peso.