HISTÓRIA DAS PORTAS SUICIDAS

portas suicidas portas suicidas

Solução mais prática ou motivo de perigo e constrangimento?

As portas suicidas são mais antigas do que imaginamos. Elas eram usadas em carruagens ainda puxadas por cavalos. Posteriormente passaram a ser utilizadas apenas em carros de luxo, principalmente na primeira metade do século XX.

Elas receberam esse nome por uma questão de segurança. Caso a porta se abrisse indesejavelmente, seja por falha ou por acionamento, a porta se abriria por completo, deixando o passageiro completamente exposto. Isso aconteceria por conta do vento, que se choca contrariamente à porta. 

São hipóteses consideradas um tanto utópicas, mas que foram levantadas ao longo dos anos. E por tais motivos esse tipo de porta são conhecidas como portas “suicidas”.

Portas suicidas no Brasil

O DKW-Vemag Universal, posteriormente nomeado Vemaguet é  referência pioneira em nossa história no quesito portas suicidas.

DKW Caiçara 162 com portas suicidas
DKW-Caiçara 1962. 
Foto: Quatro Rodas https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/grandes-brasileiros-dkw-caicara/

Além das questões de segurança, as portas suicidas podiam e ainda podem trazer constrangimento principalmente para as mulheres. A abertura inversa da porta as deixam “desprotegidas”, pois a mesma não  protege sua intimidade, principalmente quando usavam saias. 

Ao contrário das portas convencionais, que ao serem abertas, protegem e escondem, na parte íntima, os usuários.

Por esse motivo, o DKW, conhecido popularmente como “DKV”, pois o W em alemão é lido como V,  ganhou o apelido de “deixaver” ou “dechavê”. Muito comum na época em que o carro foi lançado e que a porta suicida era uma grande novidade por aqui. 

O apelido se tornou popular e até hoje muitos ainda chamam o carro por seu apelido.

Família em seu DKW exibindo suas portas suicidas

Outros veículos com portas suicidas

Outros carros fora do Brasil utilizaram as portas suicidas, e são icônicos até hoje, exemplos de beleza e sofisticação. 

É o exemplo da marca Lincoln, que em seu lindo sedã, o Continental, utilizou esses modelos de porta suicida. Até hoje, esses veículos são procurados e possuem seu charme e elegância.

linclon continental 1964 com suas portas suicidas
Linclon Continental 1964
Lincoln Continental 4 door convertible suicide doors
Lincoln Continental 4 portas conversível

Quando abertas todas as portas, tem-se um grande acesso ao interior do carro. Tornas os carros certamente mais charmosos e atraentes aos olhos.

Outro belíssimo exemplo é este Cadillac Eldorado Brougham de 1957. Apenas 400 foram produzidos.  Ele também apresentava tudo, desde bancos com memória, controle de cruzeiro e ar condicionado. É coberto com um elegante teto de aço inoxidável escovado e portas suicidas. 

 Cadillac Eldorado BROUGHAM 1957

Portas suicidas no século 21

Em janeiro de 2019 a Lincoln anunciou seu mais novo modelo, que trazia características de seus modelos antigos. Para comemorar 60 anos do seu modelo mais icônico, a marca lançou o Lincoln Coach Door Edition, limitada a 80 unidades.

O modelo traz de volta a porta suicida, nome que, a montadora mudou, justamente para não haver ligação com a palavra suicídio. 

  • portas suicidas no novo Lincoln
  •  novo Lincoln Continental
  • foto lateral do novo Lincoln Continental

Fotos e fonte: 
https://autopapo.com.br/noticia/portas-suicidas-lincoln-continental/

Vídeos que vale a pena assistir